Querida N.

tumblr_lz2qzq21bn1r3fizco1_500

Querida N.

É desnecessário repetir que sinto muitíssimo a sua falta. É quase incontrolável a vontade que tenho de abandonar o nada que conquistei longe de ti e partir para ficar ao seu lado. A única coisa que me impede é o medo de não encontrá-la do jeito que a deixei, intocável. Sofro silenciosamente ao pensar que tudo que vivemos são apenas lembranças de uma mente varrida pela loucura. Lembrar dos momentos que vivi junto de ti, mesmo que insignificantes para a sua pessoa, fizeram uma mudança incrivelmente fortuita para a minha alma. O que era acinzentado pela falta de paixão agora é de um tom de sépia irremovível pela distância. Posso eu aos vinte e um, lamentar pela vida que levei até agora? Já possuo propriedade necessária para enaltecer os dias passados, amaldiçoar os dias presentes e recear os dias vindouros? Oh maldita retórica que me atormenta constantemente. Cara N, mantenha seu amor por mim inalterado. Logo estarei contigo.

 

Por: D. W. T. M.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s