Umideessencia

Tá tudo bem, a chuva cai…
Muito além, do que se tem.
Pra chover, pra chorar, pra encher.
Deixa que a alma guie vossa pessoa,
Deixe que o vento leve vossa coroa.
Saia desse trono, você não é de sangue real.
Tu mal existe nos pensamentos.
Imagine ser princesa do meu mar.
Quem dera, eu pudesse controlar.
A tempestade chega independente do lugar,
Por isso me sobre ponho, sobre seu corpo.
Sou sua capa de chuva, guarda chuva, guarda o teu amor.
Um receptáculo também de dor.
E se minha alma escorregar e eu não puder alcançar,
Como vou seguir, como vou contar,
Histórias tão chuvosas, tão molhadas quanto mergulhar?
Mergulhar na tua mente, certamente vou me afogar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s