Hater!

Sabe aquela música i hate u, i love u?

Eu fico me perguntando aqui, quem nunca passou pelos dois sentimentos por uma mesma pessoa ao mesmo tempo?

Sempre dizem que o amor traz dor, que aquela pessoa próxima que você mais ama, sendo família, sendo um romance, um amigo, aquela pessoa que você mais confia e tem vínculo traz algum tipo de machucado na nossa vida.

07

E realmente, isso não é um mito não, e parece que cada vez mais temos o prazer de ficarmos ao lado de quem nos faz mal, de quem não tem respeito por nós. Mas uma coisa eu aprendi, e aprendi muito bem sozinha:

06

O que eu quero dizer, é que nós somos pessoas boas e nos importamos demais, nos intoxicamos pela negatividade alheia de problemas que não são nossos, de coisas que muitas vezes trazemos para nossa vida e não significa realmente nada. Isso sem contar o valor que não enxergamos ter, que outras pessoas jamais darão valor e se aproveitarão da nossa bondade e carinho.

Uma vez, vi num braço de um cara na rua tatuado o seguinte: Amor só o de mãe!

E eu acreditei fielmente nisso, por que todos os amores que um dia eu tive me asfixiaram e fizeram morrer a coisa mais linda que em mim havia, o meu amor próprio, a importância que eu tenho pra mim mesma. E isso eu acho que muitas pessoas deveriam ter. Isso não é ser egoísta, não é ser chata, não é ser egocêntrica, isso é você se amar acima de todo mundo, ter confiança que você não precisa de ninguém pra ser feliz além de você mesma.

Então, se um dia você precisar de alguns dias para mergulhar dentro de si, aproveite com muito carinho, você pode!

04

E já dizia nosso caro poeta Zack Magiezi, que sempre está trazendo uma noção de realidade para nossas vidas de tantas visões diferentes.

03

Vivemos numa sociedade onde chorar é crime, onde ter sentimentos é raro e as pessoas são reprimidas por isso. A vergonha das nossas lágrimas faz com que queiramos nos esconder, o sentimento que vem depois do machucado faz com que queiramos sumir.

Sabemos que essa não é a solução, mas a tentação é mais forte!

Acho que estamos todos meio fodidos de tanto viver num mar de gente vazia, num mundo onde apenas existimos e não temos a menor importância.
As pessoas nunca irão nos dar valor se não nos dermos primeiro.
Então, primeiro eu me odeio muito, e depois eu me amo muito, e acho que é disso que essa frase “i hate u, i love u” deveria falar, deveríamos falar isso em voz alto enquanto encaramos nosso retrato no espelho. E perceber depois que ser a menina má, fria e sem sentimentos não está com nada, mesmo que ser a boazinha doa demais.

Talvez esse texto não faça o menor sentido por que tudo o que estou sentindo agora é raiva de mim mesma por confiar nas pessoas, uma vontade imensa de sumir do mapa, mas ao mesmo tempo ficar e fazer uma mudança no quarto ou no cabelo pra me sentir melhor e perceber que eu sou capaz e não preciso que ninguém me lembre disso, não preciso que ninguém me ame por que eu já faço isso por mim mesma.

02

Jamais se torne essa pessoa, por que ser como ela é muito fácil e não estamos aqui vivendo pelo fácil.

Apenas se afaste daquilo que não te agrega nada, o sofrimento é uma opção!

Imagens: Pinterest

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s