#LivrosBrasileiros: Capitães da Areia, de Jorge Amado

Brasileiros - Capitães da Areia

Olá bookaholics! Tudo bem? Bom, usualmente damos dicas de livros brasileiros em nosso Instagram para nossos leitores ficarem sempre ligados na literatura brasileira, que eu e você sabemos que é recheada de livros bons, certo? Bem, resolvemos trazer esse cantinho especial para cá também e vocês também poderão conhecer essas dicas! Preparados? Embarquem, pois esse trem está de partida…

Um clássico da literatura brasileira que, provavelmente, muita gente já leu. Mas, ainda tem gente que não teve a chance, nem o prazer, de ler essa verdadeira obra de Jorge Amado, Capitães da Areia. Por isso, ela é nossa indicação de livro brasileiro de hoje!

Nessa obra, conhecemos as histórias de Pedro Bala, Professor, Gato, Sem Pernas, Boa Vida, Pirulito, entre outros. Adolescentes que vivem no areal do cais de Salvador. As convenções sociais do que é certo e errado não são bem seguidas entre o grupo. A história se passa num momento de surto de varíola, que faz com que os caminhos de Dora e o irmão Zé Fuinha se encontrem com o grupo e a partir daí a obra vai se desenrolando numa história surpreendente!

A sinopse: Desde o seu lançamento, em 1937, Capitães da Areia causou escândalo: inúmeros exemplares do livro foram queimados em praça pública, por determinação do Estado Novo. Ao longo de sete décadas a narrativa não perdeu o viço nem atualidade, pelo contrário: a vida urbana dos meninos pobres e infratores ganhou contornos trágicos e urgentes.

Várias gerações de brasileiros sofreram o impacto e a sedução desses meninos que moram num trapiche abandonado no areal do cais de Salvador, vivendo à margem das convenções sociais. Verdadeiro romance de formação, o livro nos torna íntimos de suas pequenas criaturas, cada uma delas com suas carências e ambições; do líder Pedro Bala ao relogioso Pirulito, do ressentido e cruel Sem-Pernas ao aprendiz de cafetão Gato, do sensato Professor ao rústico sertanejo Volta Seca. Com a força envolvente de sua prosa, Jorge Amado nos aproxima desses garotos e nos contagia com seu intenso desejo de liberdade.

Falem pra gente: já leram esse clássico? O que acharam de nossa dica? Não deixe de comentar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s