Resenha – O casal que mora ao lado

e6b22066-23be-4dee-8325-2852d9e5cbdeSe você acompanha o nosso blog, deve saber que há algum tempo a KFSchneider presenteou a NiniChristie e a mim com o novo lançamento da Paula Hawins – Em Águas Sombrias – que foi resenhado pela NiniChristie (confira a resenha: clique aqui). Pois bem, junto ao livro, veio a amostra do novo livro da autora Shari Lapena chamado “O casal que mora ao lado”, e só pelo primeiro capítulo eu amei o livro – devo confessar que fiquei relutante ao ter que abandonar a amostra e começar a ler “Em Águas Sombrias”. É claro que eu tive que me aventurar na história escrita pela Shari Lapena, mesmo que demorasse um pouco. Sem mais enrolação, vamos à resenha!!

A história envolve Anne e Marcos Conti, Anne era uma ótima galerista, mas decidiu abandonar sua carreira para cuidar de sua filha recém-nascida (Cora, 6 meses) e de uma depressão pós-parto. Já Marcos é um empresário que começou sua empresa com a ajuda dos seus sogros e que atualmente está passando por problemas financeiros, mas esconde isso de sua esposa para não deixá-la mais deprimida. Apesar dos problemas, eles se consideram um casal feliz que vive em um bairro nobre do norte do estado de Nova York onde as casas são todas geminadas e iguais, presente dos pais de Anne.

Cynthia Stillwell, a vizinha dos Conti, os convida para um jantar em sua casa para comemorar o aniversário de seu marido Graham – Cynthia e Anne eram muito amigas antes de Anne ficar grávida. A última exigência feita pela vizinha para aquela noite era que eles não poderiam levar Cora ao jantar, pois seria uma noite só para adultos e Cynthia odeia crianças.

Depois de a babá ligar uma hora antes do jantar avisando que não poderia cuidar de Cora, Anne discute com Marcos sobre ir ou não ao jantar. Por fim o marido convence Anne de que eles podem dar uma olhada na filha a cada meia hora, afinal estarão jantando na casa ao lado. Às 19h eles estão na casa de Cynthia e tudo ocorre conforme o planejado, Marcos dá uma última olhada na filha às 00h30. Ao voltar para o jantar, Anne já esta querendo ir embora, mas Marcos quer ficar mais um pouco, todos estão bêbados e sua vizinha está claramente dando em cima do seu marido. Às 1h30, Anne insisti para eles ir embora e com muita relutância Marcos cede.

Ao chegar em casa eles percebem a porta aberta e correm para olhar a bebê que não está mais lá. Ligam para a polícia que chega minutos depois e questionam o motivo da menina estar sozinha em casa. Depois de todo o interrogatório com os pais o Detetive Rasbach começa a cuidar do caso, mas a todo momento ele desconfia que os pais tenham sequestrado a própria filha.

Toda a história chega a imprensa e os pais de Cora são hostilizados tanto pelos repórteres quanto por cartas anônimas. Após dias sem notícia do sequestrador, chega uma carta com o macacão que Cora usava na noite em que foi raptada e junto a carta tem um bilhete que exige a quantia de 5 milhões de reais pelo resgate. Os pais de Anne, Alice e Richard, são muito ricos, por isso, farão de tudo para ajudar e recuperar a neta.

A primeira tentativa de resgate dá errado e muita coisa acontece ao longo da trama, mas prefiro deixar vocês curiosos. O livro nos prende na história a todo o momento e o desfecho que Shari Lapena escolheu é algo inesperado – pelo menos pra mim kk – onde descobrimos quem é o verdadeiro sequestrador e porque ele tramou tudo isso.

 

Ficha técnica

O casal que mora ao lado

Autora: Shari Lapena

Editora: Record

Ano: 2017

293 páginas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s