A Resenha das Resenhas – Série Hunger Games, de Suzanne Collins

E agora, pra finalizar de vez o assunto Jogos Vorazes aqui no #Estação, trazemos uma discussão sobre as resenhas dos livros entre a Nini e o Doug, onde eles falarão seus pontos de vista sobre as resenhas um do outro.

Não deixem de conferir 😉

VERSÃO DA NINI

Euuuuuuuuuu disse que ainda não estava preparada pra parar de falar de Jogos Vorazes, pois bem, cá estamos novamente com mais uma surpresinha hehehe fora de hora, mas ta aí. Eu e o Doug iremos fazer uma resenha das nossas resenhas dessa série que impregnou na nossa alma, ou seja, eu falarei das resenhas dele e ele falará das minhas os principais pontos que chamaram nossa atenção, algo bem legal pra insistir mais um pouco a quem não leu Jogos Vorazes a ler.

E pra variar, ainda trago uma foto maravilhosa pra vocês dessa trilogia que foi tirada há dois anos quando a comprei de uma moça na internet. Reutilização é tudo né meu povo? Mas a foto não deixa de ser chamativa e linda mesmo assim, até por que eu fiz uma nova edição dela :O (estou me achando um pouquinho além da conta, mas relevem, pois estou empolgadíssima).

jogos vorazes final versão julho2018

Jogos Vorazes (Hunger Games)

Então, começando pela primeira resenha de Jogos Vorazes, eu fiquei apaixonada pelo jeito como o Doug falou sobre o livro e o que mais me chamou atenção foi que ele disse que diria o porque deste ser seu favorito quando fosse escrever a resenha do Em Chamas, eu fiquei louca pra saber, mas enfim, não quis perguntar pra não acabar com a surpresa. Mas fiquei surpresa com o jeito dele de contar sobre o livro, é direto, é claro e ele vai falando sobre personagens em uma ordem invejável para mim por que às vezes sinto que quando estou escrevendo uma resenha eu atropelo todas as informações que eu tenho sobre ele que eu gostaria de falar a respeito. Outra coisa que me encantou foi o vocabulário do Doug, eu achei muito correto e gostei muito de ler um texto assim, ele consegue fazer isso sem perder o dinamismo da coisa toda.

35361636_1707881009311126_3264560107173707776_n

Acredito que ambos, nessa primeira resenha tenhamos concordado na maioria dos aspectos, assim como ele, também me apaixonei por Haymitch e Effie, tanto que criei um shipp em cima deles hahaha, e também a questão de já ter os livros há um tempo e não ter lido por certos receios, enfim, eu também caí nas palmas da Suzanne Collins, o livro me prendeu do início ao fim como aconteceu com o Doug.

Em Chamas (Catching Fire)

Nesse segundo livro eu fiquei decepcionadíssima com o Doug, ele acabou com a minha expectativa e vou lhes contar o motivo. Em Jogos Vorazes ele tinha dito que contaria nesta resenha o motivo do anterior ser seu favorito, o que me atiçou uma curiosidade louca, e quando fui ler a resenha dele eu fiquei louca da vida por que eu esperava saber, ter aquela informação, eu já estava pensando nela há dias e a resenha ainda teve que dar uma atrasada por que fiquei sem computador e não tive como escrever a minha parte e colocar fotos, então eu já estava em processo de deterioração pra saber e quando não vi o motivo na resenha eu fiquei louca. Cobrei o Doug e ele quase me disse o motivo, mas eu me segurei e falei que eu queria me surpreender na resenha. Então tive que esperar sair a resenha de A Esperança pra saber =/

emchamas-resenha

Novamente, o jeito que o Doug escreve me surpreendeu, não sei se por que esperava que ele falasse de outra forma a respeito deste livro, mas eu fiquei surpresa e mais uma vez pensando em como eu gosto de atropelar tudo hahaha. Até então eu continuo achando que concordamos sobre muitas coisas a respeito do livro, que ele continua surpreendente, agonizante pelos acontecimentos se repetirem, embora a gente já soubesse da continuação. A diferença é que em alguns momentos eu não me surpreendi tanto por que já sabia o que ia acontecer por já ter visto partes do filme de Catching Fire, mas ainda assim não deixa de ser surpreendente por que a forma que a Suzanne coloca as descrições, os diálogos e situações ainda são chamativos e ainda assim impactam quem está lendo. Então é tipo: tomei um spoiler, mas ainda assim é sensacional. Coisas que acontecem pouquíssimas vezes na vida.

A Esperança (Mockingjay)

E finalmente o fator denominante que estava me matando em semanas de resenha foi revelado, o motivo do primeiro volume ser o favorito do Doug hahaha e sinceramente me decepcionei com o motivo por ser bem óbvio, mas fui obrigada a concordar. Também acabei gostando bem mais do primeiro livro não só pela arena, como ele disse, ou por ser impactante logo de cara ou os outros livros, que apesar de sabermos que existia a continuação e eles serem impressionante também, mas por que simplesmente foi o primeiro, foi o começo e eu já tinha assistido ao filme milhões de vezes sem enjoar (continuo fazendo isso, aliás). Claro que isso não desmerece a sequência, mas sempre tem um que marca mais a gente, de qualquer forma a Suzanne fez um livro inteligentíssimo e me arrependi totalmente de nunca ter lido essa trilogia antes, não quando o comprei, mas quando ele foi lançado e fez um tremendo sucesso, ainda que não tivesse a idade apropriada para ler ele na época pra se ter uma compreensão como tenho hoje sobre o assunto que é abordado.

Enfim, mas voltando aos fatos, eu discordo do Doug em um ponto, na resenha dele ele fala que neste ultimo volume o objetivo da autora foi fugir um pouco das arenas já que nos volumes anteriores ela era bem presente, eu acredito que não, acho que o que a Suzanne mostrou é que a arena pode ser onde o Snow quiser que ela seja, não precisa necessariamente ser um único lugar e acredito que foi o que ele fez transformando a Capital em uma cidade cheia de armadilhas para matar os rebeldes. Inclusive o próprio Finnick faz um comentário sobre essa nova etapa da revolução, o que pra mim deixou ainda mais evidente que seria mais uma edição dos Jogos Vorazes e tudo estava sendo transmitido por câmeras implantadas, o que confirma ainda mais isso, embora esteja implícito no livro.

mockingjay02

E um ponto que concordo com o Doug foi sobre o final, era algo que fugiu totalmente das minhas expectativas também, na verdade eu não tinha expectativa nenhuma para a finalização de Mockingjay, eu acreditava piamente que Katniss e Peeta acabaram junto com a luta contra o sistema de Snow e ela ia viver o resto dos dias dela solitariamente como ela sempre dizia que seria nos livros. Mas isso deu um giro de 360º que me chocou completamente e ao mesmo tempo me fez chorar de soluçar, me trouxe uma grande emoção, então realmente foi uma senhora trilogia, um trabalho perfeito e me dói muito o coração me despedir dela por que me marcou muito e isso é indescritível.

Mas é isso, eu espero que vocês tenham gostado, pra quem não conferiu ainda as resenhas que fizemos em conjunto, pode estar acessando clicando no nome de cada volume a seguir: Jogos Vorazes, Em Chamas, A Esperança.
Não deixem de comentar jamais o que vocês acharam e dividir a ideia de vocês com a gente sobre os livros que resenhamos aqui no Estação. Amamos vocês e que a sorte esteja sempre a seu favor ❤

VERSÃO DO DOUG

Bom, antes de mais nada, queria dizer que achei ótima essa ideia de, primeiro, fazermos um “trilogia” de resenhas com a série “Jogos Vorazes”, da Suzanne Collins, e, segundo, de fazer uma resenha das resenhas um do outro, por quê eu acho que é sempre bom discutirmos com outros amantes de leituras como a gente sobre suas percepções de nossos livros favoritos. Pois bem, vamos ao que interessa.

Jogos Vorazes

Eu gosto muito das resenhas da Steph, como a costumo chamar, ou Nini, como vocês conhecem mais. Acho que ela escreve de uma forma muito simples, o que não é uma crítica, pelo contrário. Acho que simplicidade é tudo, hoje em dia, e nos seus textos ela consegue passar isso, conversar com os leitores, algo que eu pessoalmente acho muito legal. Então, não é surpresa que eu tenha gostado da sua resenha desse primeiro livro.

35302340_1707884222644138_4944439923944980480_n

No entanto, como é normal acontecer, discordo de alguns pontos de sua opinião, mas me identifico com outros. Primeiramente, o fato de ela classificar aquele governo de Panem como uma ditatura, criando formas de controlar e censurar seu povo. Esse é um ponto em que concordamos. Por outro lado, eu discordo seriamente sobre Peeta… como eu disse na minha resenha, nem de longe ele me convenceu. Pra mim, ele parecia ser uma pessoa, mas era outra. Claro que ao decorrer da minha leitura, fui mudando (um pouco) minha opinião sobre ele, mas não totalmente. E outro fator que concordamos, é a Katniss ser diferente do livro pro filme. Eu assisti ao filme somente depois que havia lido o livro, e na hora identifiquei essa diferença de personalidade. Eu ria, chorava e me surpreendia com a Katniss do livro. Mas a Katniss do filme me decepcionou…

No fim, acho que concordamos mais do que discordamos sobre as percepções do livro, que surpreendeu a nós dois.

Em Chamas

Nessa resenha, eu me identifiquei muito na forma de escrever com a Steph. Achei que estávamos alinhados na narrativa da resenha, e eu não li a resenha dela antes de escrever a minha (juro!). Ainda assim, ela mantém a mesma simplicidade na forma de escrever, ainda que tenha se alongado mais do que na primeira resenha. Sinceramente, eu não sei se gosto ou não de resenhas longa, pois tenho medo de cansar o leitor, mas quando estamos empolgados com o livro, não tem jeito a não ser escrevemos demais. Então, meio que compreendo o fato de ela ter se alongado mais nessa resenha, pois foi perceptível o quanto ela gostou do livro.

Em Chamas (livro Doug)

Novamente, concordamos e discordamos em certos pontos. Quanto ao filme, não posso dizer nada, pois não assisti ele. Sinceramente, depois de assistir ao primeiro, fiquei com medo de me decepcionar com os outros e perder as coisas boas que os livros deixaram quando eu os li. Enfim, acho que um ponto que sempre vamos discordar é quanto a Peeta. Eu não dei a importância que a Steph deu pra ele. Eu pessoalmente gostei muito mais da própria Katniss, Cinna e outros personagens, mas Peeta, mantive meu ranço… sorry, Steph.

Mas acho que nós dois concordamos que o livro foi surpreendente, e mesmo discordando em alguns pontos, eu concordei com as percepções dela. Porque, muitas vezes, é assim. Mesmo discordando um do outro, a gente compreende a opinião do outro. Então, de maneira resumida, achei que ela resumiu bem os acontecimentos do livro e soube definir sua opinião sobre “Em Chamas”.

A Esperança

Finalmente, o último livro. O livro que trouxe a resposta a respeito dos meus motivos de preferir o primeiro livro do que os outros dois. Sei que ela estava esperando bastante pra saber, até porque eu prometi isso na primeira resenha e só fui dar a resposta na última. Sinto que ela esperou demais, até porque, o motivo de eu preferir o primeiro é algo simples e talvez óbvio… não sei bem como ela classificaria esse motivo. De qualquer forma, eu tentei de todas as maneiras não desmerecer as duas sequências do livro, pois elas são surpreendentes e incríveis. Eu só acho que o primeiro tem um começo, um meio e um fim e só.

mockingjay-douug02

Enfim, indo ao que interessa, acho que nossas resenhas desse último livro foram muito distintas. Eu, pessoalmente, preferi resumir bem minha opinião pois não queria dar muitos spoilers, e também porque não foi um livro que eu estava lá muito animado para falar sobre ele, o que mantém minha preferência pelo primeiro livro. Então, fiquei até envergonhado de ler a opinião dela, que novamente foi bem simples no modo de escrever, mas me passou muita emoção, apesar de concordamos que, entre os três livros, esse foi o menos interessante, e que apenas o fim é que realmente surpreende.

Acho que, dentre os personagens, também concordamos muito a respeito de Coin, por exemplo. Mas eu esperava que ela fosse falar de Prim muito mais, pois realmente foi uma personagem que teve uma evolução incrível nessa narrativa. Eu me surpreendi e achei o fim dela injusto… mas, nem tudo nos agrada mesmo, então, tudo bem. Mas achei que a Steph ia falar mais sobre ela, o que não aconteceu. De qualquer maneira, acho que essa resenha passou a mesma emoção de suas outras narrativas, uma paixão muito grande pela leitura e pela trilogia, que acabou surpreendendo a nós dois.

Então, é isso… acho que agora é a vez de vocês mostrarem pra gente o que vocês gostaram nesses livros, se concordam ou discordam com nossas opiniões. Vamos conversar, estamos ansiosos para saber a opinião de vocês! Até a próxima! ❤

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s