Resenha: Uma Mulher no Escuro – Raphael Montes

20190615_180618

Olá pessoal. Como prometido, hoje vim aqui para falar com vocês sobre o novo livro de Raphael Montes, “Uma Mulher no Escuro”, em uma resenha bem especial para vocês. Esse livro foi lançado no fim do mês passado e o adquiri ainda na pré-venda – e valeu muito a pena, é claro. O livro veio com um card exclusivo autografado pelo autor. Esse é o terceiro autógrafo que tenho de Montes e me orgulho muito disso. Mas vamos ao que interessa, a resenha. Embarquem comigo:

“Uma Mulher no Escuro” conta a história de Victoria Bravo, única sobrevivente de um atentado que resultou na morte dos pais e do irmão mais velho. Tudo isso quando tinha apenas quatro anos. Ela mesma carrega cicatrizes, mas antes que o assassino também a matasse, ele foge – sem explicações. No entanto, pouco depois ele se entrega e ficou conhecido como “o Pichador”, já que pichou o rosto das vítimas de preto, incluindo o de Vic. Então, passam-se 20 anos. Victoria cresceu com medo de se relacionar, retraída e tímida. E, agora, parece que o assassino voltou. Além disso, 3 homens fazem parte da vida dela: um psiquiatra, um amigo da internet, e um namorado.

Logo na sinopse, dá a entender que um deles está atormentando a vida de Vic. Se sendo o próprio assassino (que, quando foi preso, tinha 17 anos), ou alguém que conhecia sua história, não sabemos. O autor deixa pistas ao longo do livro, inclusive com pequenas revelações do próprio antagonista, narradas em primeira pessoa. Toda a história, no entanto, é narrada em terceira pessoa em uma escrita familiar aos outros livros do autor.

Montes consegue te manter preso na história de uma forma assustadora e incrível. É estimulante ler um livro como esse, que te faz devorar as páginas em poucas horas. É objetivo, mas de uma maneira muito boa, com pequenos ganchos em momentos certos. O livro não é muito grande, pouco mais de 300 páginas, o que é bom, pois ele não “enrola” tanto na conclusão da história, que é característico do autor, e também nos proporciona uma leitura fluída.

Por ser a primeira protagonista mulher de Montes, acho que ele conseguiu construir uma personagem muito bem desenvolvida, somando tudo: o trauma, as pessoas a sua volta, o passado. Não sei vocês, mas eu prefiro protagonistas mulheres. Dos livros que li, sempre vi as personagens femininas, não apenas as principais, muito mais profundas e bem trabalhadas. Claro que os outros protagonistas de Montes, dos dois livros que li, são muito bons também, mas não como vítimas, que foi algo que me conquistou bastante.

O desenvolvimento da história é muito bom. Tanto Vic fazendo sua própria investigação, instigada pelo assassino de sua família, contando com “ajuda” dos diferentes homens que convivem com ela. Além disso, o autor insere uma investigação policial, ainda que não muito aprofundada, mas inserindo certos “detalhes” que dão fôlego para a história, e nos instiga a ler logo até o fim e descobrir o que diabos está acontecendo. Não que seja tudo tão misterioso, mas Montes consegue descrever de uma forma que nos deixa curiosos.

As coisas vão ficando mais intensas no fim, é claro… me surpreendi bastante. Por um momento, pensei que eu sabia, desde o início, quem era o vilão. Depois, no fim, passei a desconfiar a partir das pistas do autor. Só posso dizer que me surpreendi no final, obviamente. Montes tem essa característica: nos surpreender. Quando pensamos que ele concluiu, que a protagonista vai poder respirar tranquilamente, vemos que nada acabou… isso é realmente maravilhoso. Amo quando o autor consegue fazer isso.

Acho que é isso, pessoal. Não há muito o que dizer além disso. Amei essa obra do Raphael Montes, quero muito ler seus outros livros, que já os adquiri, e os novos que estão por vir (tomara que venha!). Montes é daqueles autores brasileiros que mostram o quanto talentoso o escritor brasileiro é e precisa ser valorizado – todos eles. Precisamos valorizar mais a literatura brasileira. Confesso que sou mais fã dos livros de ficção, e vejo que muitos escritores brasileiros têm se aventurado nessa área e, portanto, fico muito feliz.

Espero que tenham gostado dessa resenha e que ela tenha inspirado vocês a ler esse autor, não apenas este livro, como de outros autores brasileiros. Comentem o que acharam da resenha e também dessa obra, é claro. Aguardo vocês. Até mais!

Ficha técnica

Uma Mulher no Escuro

Autor: Raphael Montes

Editora: Companhia das Letras

Ano: 2019

256 páginas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s