Resenha: A Queda dos Anjos – Susan Ee

Se você é um leitor assíduo que gosta de leituras sobrenaturais assim como eu, eu não tenho nem dúvidas de que a série Angelfall vai te fisgar de primeira.

resenha-a-queda-dos-anjos-susan-ee

Quando eu coloquei esse primeiro volume no meu carrinho de compras da Amazon, eu não sabia o que esperar. Eu imaginava que essa seria uma leitura rápida, com certeza, e foi, mas não imaginava que eu ia me apaixonar pela leitura e que ela iria, de alguma forma, me deixar num estado em que eu não conseguisse de jeito nenhum deduzir o que aconteceria em seguida.

Essa é a magia de Susan Ee em A Queda dos Anjos!

Você já leu algum livro que te deixou nesse estado?

Eu fiquei tão apaixonada pela história, pelo mundo catastrófico que a autora montou, todo o contexto de uma heroína, os anjos sendo colocados como os malvadões, que eu simplesmente não conseguia parar de ler depois de meses numa inercia tentando livros que não conseguiam me fixar na leitura.

Pra você ter uma ideia, eu achei que o problema era eu, que eu estava sendo preguiçosa, eu culpava minha falta de tempo ou cansaço físico, ou seja, arranjava motivos para não ler, quando na verdade, eu estava insistindo em leituras que não estavam me conquistando, que estavam roubando o meu tempo, e por isso não tinha vontade nenhuma de ler.

Aí finalmente consegui deixar essas leituras de lado e tentar investir em livros que me prendessem de uma forma que me marcasse por dentro.

E assim foi com esse primeiro volume, eu simplesmente me afundei tanto na leitura que eu não conseguia parar mais, e fiquei tão apaixonada que na semana seguinte já estava comprando os outros volumes.

resenha-a-queda-dos-anjos-susan-ee-02

Pra quem não conhece, A Queda dos Anjos é um livro apocalíptico, o mundo está acabando por que os anjos resolveram incendiá-lo e exterminar a raça humana. Os poucos humanos que sobraram tentam sobreviver das gangues humanas que saqueiam tudo, e dos anjos que matam todos.

Nessa história temos uma protagonista principal, a Penryn, que está fugindo com a sua família, mãe e irmã, para um lugar mais seguro, mas no meio desse caminho a sua mãe some e a sua irmãzinha Paige é levada pelos anjos.

E pra variar Penryn salva um anjo, Raffe, de ser massacrado por outros anjos, e ele tem suas asas arrancadas. E em troca de ajudá-lo, a sobreviver às gangues e a encontrar quem o ajude a colocar as asas de volta no lugar sem que os anjos o ataquem, Penryn exige que Raffe a ajude a encontrar sua irmã.

A partir disso, no decorrer da história, uma parceria tem início. E, claro, vocês devem imaginar a aproximação que dois inimigos acabam por ter, já que passam grande tempo da história juntos. A gente chega até mesmo a shippar os dois e em alguns momentos até se questionar se está ou vai rolar algo entre eles.

O que mais posso falar sobre esse livro é que a personalidade de todos os personagens foi bem feita. Penryn é uma guerreira e tem uma força de vontade enorme, ela sabe se defender sozinha e por isso tem uma grande responsabilidade nas costas, que é defender a sua família de qualquer perigo.

Raffe também é um guerreiro e muito inteligente, mas é o humor debochado do anjo que faz com que ele seja muito querido e deixe qualquer leitora louca por ele. Mas ele sempre é reservado, não revelando muito sobre quem ele é e o que ele quer com o apocalipse ao decorrer das páginas. Isso pode ser perigoso, mas vamos ver quais segredos ou revelações a Susan vai nos mostrar sobre esse personagem tão enigmático.

Por fim, só tenho a acrescentar que, espero que essa trilogia tenha um desfecho de cair o queixo no chão, por que uma história tão bem montada merece um final f*da.

E eu espero que, os fãs de livros como Hush Hush, Fallen, Beijada por um Anjo, assim como eu, se apaixonem pela série Angelfall também.

Fica a minha dica de leitura para todos e até a próxima resenha ❤

Hugs and Kisses :*

Locomotiva Literária

ninichristie View All →

Escritora e amante de fotografia, 22 anos, formada em Publicidade e Propaganda. Além de ser a louca por livros e ser fã compulsiva da série A Desconstrução de Mara Dyer e a trilogia Jogos Vorazes, também ama de paixão ser fotógrafa.

2 Comments Deixe um comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: