Unboxing Intrínsecos #19 – Abril

20200404_194529

Olá galera. Tudo certinho? Hoje é dia de unboxing por aqui. O Intrínsecos de abril (#19) nos trouxe mais um livro surpresa, apesar de não ter sido bem aquilo que eu esperava. Mas, levando em conta que eu não devo esperar nada, já que o livro é surpresa, então vou dar um tempo haha enfim. Em tempo: a obra de março do clube foi “O Livro de Líbero“, de Alfredo Nugent Setubal, e eu resenhei aqui já (por favor, deem uma conferida depois, clicando aqui!). Por ora, fiquem com esse unboxing:

O que vem na caixa?

Bom, não vou ficar enrolando repetindo tudo como sempre. Vamos partir para o que interessa de uma vez. Mas antes, lembrem-se: a partir daqui há spoilers da caixa. Portanto, você foi avisado, beleza? E o livro do mês é….

20200404_194658

“As Outras Pessoas”, de C.J. Tudor. Sim, esse é o segundo livro da autora que vem pelo clube. Se você é novo no clube, devo te lembrar que a autora estreou no clube com a obra “O que aconteceu com Annie“, também resenhado aqui (só clicar!). E a editora resolver trazer a mais nova obra da autora também em primeira mão para os assinantes.

Acho a ideia bem interessante, confesso. Mas devo dizer que as duas primeiras obras da autora não me convenceram, infelizmente (ela também é autora de “O Homem de Giz“). Eu ainda não comecei a leitura desse livro, não criei tanta expectativa como outros, em que logo começo a ler. Apesar disso, a sinopse (que pode ser lida abaixo) promete uma leitura interessante… a conferir!

20200404_195733

Bom, o restante do conteúdo não é diferente das demais caixas: marcador de páginas, cartão-postal com a capa do livro que será lançado em breve (adorei a capa, por sinal), e a revista, que ainda não li. Geralmente leio antes de começar o livro, na esperança de acrescentar em algo na leitura – o que muitas vezes é o que acontece.

20200404_194910

Já o brinde, devo dizer, fiquei um tanto decepcionado. Esperava um pouco mais de criatividade. Mas até que tem lógica: veio um baralho. Novamente, voltando à caixa de número #6, o brinde/mimo naquela ocasião foi um baralho também, com um projeto gráfico que remetia ao livro. Agora, o mesmo se repete, dessa vez em vermelho. Poderia ser melhor, principalmente porque eu não uso baralho, mas faz sentido. Na minha estante, ficou ótimo como item decorativo rs

E é isso! Logo iniciarei a leitura da obra e no mês que vem direi o que achei dela. Espero que seja melhor que os outros dois romances dela. Quero apenas dizer que não há problemas específicos com eles, apenas não me encantaram. Veremos! E é isso. Espero que tenham gostado desse unboxing. Até mais ver!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s