Etiqueta: Poesia

Lançamento de Março: O fim em doses homeopáticas – Textos cruéis demais

Olá pessoas! Tudo bem com vocês? O que vocês têm feito nessa quarentena? Bom, hoje trazemos mais um lançamento de março e é um bem especial. Trata-se do terceiro livro da Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente (TCD): “O fim em doses homeopáticas”, dessa vez assinado por Igor Pires. Lançada pela Editora Alt, a…

Read more Lançamento de Março: O fim em doses homeopáticas – Textos cruéis demais

Resenha: Noites Simultâneas – Maurício Melo Júnior

Olá pessoas! Prontos para mais uma resenha fresquinha? Hoje quero falar com vocês sobre o livro “Noites Simultâneas”, do jornalista brasileiro Maurício Melo Júnior, lançado pela editora Bagaço. De antemão, agradeço à Oasys Cultural pelo livro incrível que nos foi disponibilizado. Amei conhecer essa história que relembra um dos tempos mais difícil do nosso país:…

Read more Resenha: Noites Simultâneas – Maurício Melo Júnior

Resenha: Onde dorme o amor – Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente

olá pessoal. como estão? espero que bem… hoje é dia de resenha, e mais uma bem especial. depois do enorme sucesso do primeiro livro, o grupo TCD (textos cruéis demais) voltou com tudo para mais um livro. estamos falando de “textos cruéis demais para serem lidos rapidamente: onde dorme o amor”. novamente decidi escrever a…

Read more Resenha: Onde dorme o amor – Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente

Oceans

Seus olhos cor de oceano me observam no escuro do quarto enquanto nos tocamos, eu me sinto intoxicada pelo seu cheiro inebriante, e quando me beija eu me sinto perdida como se o tempo não existisse. Prefiro assim. Então estou mergulhando em seus braços para me sentir salva de alguma coisa má, e é exatamente…

Read more Oceans

Dinasty

Oh anjo, tive uma bela visão de você, e imediatamente senti a sua falta e um vazio doloroso preencheu meu coração. Lembrando do jeito que você me olhava, do calor de um seraphim que existia em você. Passamos muitos invernos nos aquecendo com palavras e abraços. Apenas continue caminhando, eu ficarei para trás, observando suas…

Read more Dinasty

Infinito

​Dentro do nosso infinito, eu sempre vou amar você. Por que somos eternos no hoje e em cada palavra de amor já dita entre nós. Peço que você não leve a sério meus devaneios e palavras duras já ditas, e que quando isso acontecer, simplesmente pense o contrário, por que más palavras que são proferidas…

Read more Infinito

Morpho

Sinto sua falta! Sinto falta dos seus braços ao redor do meu corpo enquanto estamos nus e cansados. Sinto falta dos seus beijos cheios de verão e do seu olhar cheio de si. Das suas mãos sobre minha pele, minha face, carregando as minhas mãos e aliviando a dor que eu carrego nos meus ombros,…

Read more Morpho

Sweetie

Meu querido amor, sei que às vezes eu vivo na linha de fogo, fazendo coisas extremas e perigosas sem pensar nos teus sentimentos. Sei que eu não te digo tanto sobre os meus problemas, sobre as coisas que me fazem congelar e parar. Sei que talvez você se sinta um pouco distante por não saber…

Read more Sweetie