Resenha: O fim em doses homeopáticas – Textos Cruéis Demais

Resenha O fim em doses homeopáticas - Textos Cruéis Demais

olá! como estão? hoje trago a resenha de “o fim em doses homeopáticas”, terceiro livro do coletivo “textos cruéis demais para serem lidos rapidamente” (TCD), que desta vez vem assinado por Igor Pires. a forma de escrever essa resenha é meio que uma homenagem à escrita dos textos – e para manter o padrão das resenhas dos primeiros livros (confira clicando no título: “textos cruéis demais para serem lidos rapidamente” e “onde dorme o amor”). vou tentar ser mais sucinto nessa resenha e espero que apreciem a leitura.

nesta terceira obra, os textos são todos focados em relacionamentos, do início ao fim, e depois do fim – daí o título do livro. por meio de textos pessoais e que são, de fato, um tapa na nossa cara, são detalhadas as fases de relacionamentos: o início, tão bom quanto nossa comida preferida feita na hora; o meio, quando as coisas começam a ficar mornas (mas nem sempre, às vezes ainda há um brilho); o fim, o ressentimento e a esperança de não ser de fato fim; e depois do fim, quando é preciso enxergamos uma linha no fim do túnel, uma esperança.

tenho que dizer que os textos receberam um toque muito mais pessoal nessa obra, como se o autor que assina o livro estivesse conversando com a gente, nos falando diretamente sobre aquelas emoções. também percebi um amadurecimento muito grande dos textos. desde o primeiro livro, e os primeiros textos publicados nas redes sociais, é perceptível o crescimento da escrita dos autores. e, creio, por serem textos tão pessoais, isso esteja relacionado ao amadurecimento dos próprios autores.

pessoalmente, já vivi as fases de um relacionamento como os textos descrevem tão bem. e devo dizer que, tirando algumas coisas, há textos que realmente parece que foram feitos para mim – e tenho certeza que a sensação será a mesma para você que está vivendo isso, ou já viveu. e acho que é isso o mais incrível dos “textos cruéis demais”: intencionalmente ou não, eles escrevem aquilo que precisamos ler, e quase sempre é um soco no estômago de tão direto que é.

é, além de tudo isso, um livro sobre amor próprio e como às vezes ele é tão importante. podemos estar vivendo uma péssima situação, mas é preciso lembrarmos de que devemos nos amar antes de mais nada, antes mesmo de amar o outro, como bem descreve o texto “nota para mim mesmo“: “lembre-se de nunca esquecer sua individualidade, não importa o quanto ame alguém”.

Resenha O fim em doses homeopáticas - Textos Cruéis Demais (1)

e acho que é isso. mais do que fim, é um livro sobre recomeços, e que há sim novos começos, se soubermos aproveitar as oportunidades, mesmo nos momentos mais tristes, como um término. há mais complexidade nos textos, mais profundidade, e eles continuam sendo tão cruéis e sensíveis ao mesmo tempo como sempre. sem esquecer da poesia, presente em cada página.

simplesmente amei a obra e torço para que vocês gostem também, pois eu realmente a indico para leitura – e sempre fica a dica: não leiam rapidamente, pois pode ser, realmente, cruel… espero que tenham gostado dessa resenha! já leram os textos da TCD, o que acham? creio que a maneira como “recebemos” a leitura desses textos é diferente para cada pessoa, vocês não acham?  bom, see you!

Ficha técnica:

O fim em doses homeopáticas

Autoria: Igor Pires/Textos Cruéis Demais (TCD)

Editora: Alt

Ano: 2020

304 páginas

3 opiniões sobre “Resenha: O fim em doses homeopáticas – Textos Cruéis Demais

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s